Dinheiro no bolso, bola pra frente

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Estamos nos acostumando a ver um novo formato de eventos da WWE. Algo entre o live event e o PPV, que serve para a empresa ganhar dinheiro e internacionalizar a sua marca. Foi assim no Greatest Royal Rumble e no Super Show-Down.

O pano de fundo desta vez era bem ruim. O Crown Jewel não teve mulheres em ação e já vimos o quanto elas são importantes para o show. John Cena e Daniel Bryan abdicaram da viagem, por razões pessoais. Toda a divulgação mostrava um leve constrangimento por parte de quem fazia. O local do evento teve possibilidade de mudança até semanas antes de sua realização. Fora tudo isso, ainda fomos surpreendidos pela doença que tirou Roman Reigns das atividades.

O card era mediano. O formato torneio sempre gera um pop legal, ainda que um troféu não valha nada. Tivemos aquela preguiça de sempre para desenvolver uma rivalidade entre Nakamura e Rusev, mas é do jogo. The Bar e New Day fazem aquele show certo. AJ x Joe se deu pela ausência de Bryan e foi uma luta natural, visto que eles já vinham trabalhando juntos.

DX x Brothers of Destruction é aquela luta para atrair o público mais velho. Quem não quer ver Undertaker, Shawn Michaels, Triple H e Kane em ação?

Por fim tínhamos ainda Brock x Braun, luta que perdeu Roman Reigns nas últimas semanas.

Não vou analisar os combates, porque só vi dois e a luta pelo título universal tirou a vontade de ver o resto.

Não entra na minha cabeça porque diabos Brock Lesnar precisa ser o campeão do RAW. E isso é complicado, porque o fã da WWE já está de saco cheio de Lesnar. A maioria das pessoas não gostam desse personagem de campeão preguiçoso. Pelo contrário, sinto entre os leitores um asco do show de segunda-feira, tendo este campeão.

Já sei que New Day e The Bar deram o show de sempre. Que o torneio da Copa do Mundo, que nem fazia sentido, foi legal e que o vencedor foi Shane (???????). Que DX x Brothers Of Destruciton é histórico (e digo isso antes de essa luta acontecer, porque o texto foi finalizado antes dela). E vi um grande AJ x Joe.

Mas, não tenho grandiosidade o bastante para superar Lesnar x Braun. Me estragou o show.

Por isso, espero que o tempo passe rápido e possamos ter dois grandes PPVs até o final de 2018. Por agora, fica um incômodo com o que aconteceu na Arábia e um desejo de que os novos “live events com grife” sejam melhores aproveitados em termos de roteiro, já que a grana é certa.

 

 

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *